quinta-feira, 23 de junho de 2011

COMPLEXO HIDRELÉTRICO DE PAULO AFONSO

Entrada do Complexo Hidrelétrico de Paulo Afonso.

 ENTRADA

O acesso ao Complexo  Hidrelétrico do São Francisco é feito mediante a presença de um guia. A contratação do guia custa R$ 50 por carro. O local está aberto para visitação das 8h às 11h e das 14h às 17h.

Uma miniatura da Torre para linha de transmissão.


A criação da Chesf foi idealizada pelo engenheiro agrônomo Apolônio Sales - na época Ministro da Agricultura no governo do presidente Getúlio Vargas – em 1945 através do Decreto Lei n° 8.031.

O Complexo hidrelétrico de Paulo Afonso é composto por um conjunto de usinas, Paulo Afonso I, II,III, IV e Apolônio Sales (Moxotó), que produzem 4.279,6 MW de energia. O complexo tem a segunda maior capacidade instalada dentre as usinas do Brasil, perdendo apenas para Tucuruí (Pará) que produz 8.000 MW.


Fotografias 1: Nikon D90, ISO 200, 32 mm, F. 32
Fotografias 2: Nikon D90, ISO 200, 42 mm, F. 32

Nenhum comentário:

Postar um comentário